Páginas

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Como Superar a Morte De Um Ente Muito Querido


Olá a todos que acompanham ou passam por este blog, esta semana resolvi falar de superação, mostrar o que penso sobre diversos tipos de dores, dores que muitas vezes não temos como evita-las, como a dor de uma separação, de uma traição e hoje quero falar da pior de todas que e perda de um ente muito querido.
A morte de um ente muito querido geralmente e carregada de culpa. Por isto chore muito, viva sua culpa. Vai passar um filme na sua cabeça com tudo que tinha que ser feito e não foi feito, aquilo deveria ter sido dito e não foi ou simplesmente por não ter estado lá na hora da morte. Quando a perda é de um filho , a dor é pior, dizem até que é a maior, eu imagino que sim pois a natureza foi criada para vermos os pais morrerem e não o contrario. Mas nada de ficar vivendo em um círculo vicioso de cobrança e culpa. Tenha em mente que você fez tudo o que podia ter feito naquele momento, você e desse geito, não é uma pessoa má, esta e a sua natureza. Se conseguir entender isso, o luto vai passar mas rápido e de forma mas saúdavel, alem de se fortalecer, não estou pedindo para você esquecer a pessoa amada e sim continuar seu caminho, com certeza e isto que esta pessoa queria para você. Se ficar presa ao que aconteceu viverá um eterno luto.
Temos que aprender que não somos eternos, que estamos na terra só de passagem, por mas triste que isto soe esta e a lei da vida. As pessoas são do mundo, ou aceitamos isso ou ficaremos brigando com Deus a vida toda acabaremos em depressão. Então se você está sofrendo por amor ao um ente que já se foi, como eu disse antes chore muito, isto alivia a dor, e depois erga a cabeça e continue a vida antes que você adoeça.

47 comentários:

  1. Querida, isso que vc escreveu é verdade, mas eu nao aguento a saudade que sinto de meu filho, ele suicidou-se no dia09 de outubro de 2009, ainda vai fazer 4 meses e me sinto tão culpada, penso que se ele chegou a esse ponto, eu fracassei como mãe, ele precisava de ajuda e não contou comigo, mas estou procurando ver as coisas desse modo que vc disse, afinal sou humana, mas a gente acha que tem total controle sobre os filhos e quando acontece algo assim, deixa a gente sem rumo. Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Eu também concordo com o seu poster, me senti e ainda sinto exatamente assim, apesar de voce nao ter perdido um filho, como eu, soube muito n=bem descrevê-lo!
    Perdi uma filha a pouco mais de 2 meses, ela estava na África, coletando uns dados para o seu doutarado em Oxford, na Inglaterra, quando foi acometida por uma malária que tirou sua vida!
    A incompreensão é muito grande, junto com o sofrimento, tenho impressão que tudo isso nunca vai acabar!
    Realmente queria uma ajuda, alguma coisa, para que eu pudesse conversar, então encontrei esse blog, mas ficarei muito feliz em conhecer mães que estejam passando ou já passaram por esse momento tão difícil em nossas vidas, para conversarmos sobre esse nosso momento!
    Deixo um edndereço de email, para que se alguém tenha o interesse de conversar: fernandinha_lima2@hotmail.com, é de uma outra filha minha, mas poderei manter contato atrvés dele!!
    Com carinho
    Sônia.

    ResponderExcluir
  3. Concordo q nao podemos nos afundar na culpa, no luto, chorar sim mas erguer a cabeça pois minha mãe não gostaria de me ver assim chorando pelos cantos sofrendo.
    Recentemente perdi minha mae (16 dias)com cancer no pulmao sem nunca ter fumado, com 58 anos linda, ativa, lucida até o fim, eu sofro, choro não me conformo mas Deus é Pai sabe o que faz.
    Desde então busco nos sites algo para me conformar, compartilhar com amigos virtuais....
    Claro tenho sentimento d culpa e sinto q fui impotente, não conseguimos vencer a doença.

    ResponderExcluir
  4. Tb perdi minha mãe dia 21/03/2010 um domingo de sol e ela passou este dia bem, feliz por ter trocado a porta de sua cozinha.A noite veio a notícia, ela foi visitar meu irmão e faleceu no ponto de ônibus quando estava voltando para casa.Nós moravamos no mesmo quintal.A causa de sua morte foi indeterminada, ela sentiu uma tontura e pediu ao meu irmão que a segura-se e ele a segurou e desmaiou e não mais voltou.Quando eu cheguei ao local pedi a Deus que a ressuscitasse, mas não aconteceu.Sei que a ultima vontade é de Deus.Como eu queria minha mãe aqui agora comigo, ontem foi o primeiro dia das Mães sem ela.Fico procurando pessoas que passaram por essa grande dor para que possamos nos ajudar.Obrigada pela atenção.A Paz de Cristo.

    ResponderExcluir
  5. Perder uma mãe.. para os solteiros que por algum motivo se apegaram a ela e nao sairam de casa pode ser tão dolorido quando uma mãe perder um filho...
    Filhos que ficam em casa pela força do amor da mae, filhos gays qu enao podem casar além de outras possibilidades..tem sofrimentos abismais...
    Perdi minha mae depois de uma forte dor de cabeça...ela era linda, ativa, incentivadora...era tudo pra mim....estou sem chao..já que nao sou casado e nao tenho filhos...meu pai é muito afastado de mim....´minhas irmas ja se casaram...meu irmao que ainda resta...logo estará casando......a fica ficou dificil..triste....e tento achar uma saída em sites ou em qualquer lugar que me alente...que me de força...
    Ja se passaram um mes..e nao vejo saída..a dor só aumenta..com a possibilidade de nao conseguir levar minha vida em frente..a pesar de ser muito jovem..
    Preciso de ajuda....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estamos no mesmo barco, eu tambem perdi minha mãe e moro só, meus irmaos são casados, cara eu nem sei o que vai acontecer, mais to lembrando dela com muito carinho , e muita saudade, esses dias tem sido um pesadelo pra mim, o que me conforma é saber que o sofrimento dela acabou, a dor , a tristesa e saber que por ser uma pessoa maravilhosa ela está em paz eu tenho certeza, dizem que o tempo ajuda... eu te aconselho a falar muito sobre isso, chorar mesmo , isso alivia, orar por ela, conversar com ela, ela vai te escutar, no mais boa sorte e me escreve pois estamos no mesmo barco luiz.santos@sistemafibra.org.br

      Excluir
  6. perdi meu pai no dia 11/06/2010, ele teve uma parada cardiaca e não resistiu e veio a falecer.estou inconformada,era um paizão ,amigo,companheiro,nunca brigamos,tenho minha mae e mais 2 irmãos,somos todos casados,mas éramos uma família muito unida.estou com uma tristeza profunda,uma dor na alma,é difícil aceitar.MAS DEUS SABE TODAS AS COISAS....

    ResponderExcluir
  7. Daiana...acho legal falar sobre isso. mas entenda, somente quem passou por uma perda sabe que a vida nunca mais sera a mesma...imagina vc perder seu filho? não imagina, né? poi é...

    ResponderExcluir
  8. TAMBEM SOFRE A PERDA DE MINHA LINDA FILHA DE 29 ANOS NO DIA 23/8/2010. HOJE FOI A MISSA DE SÉTIMO DIA E ESTAVA MUITO DIFÍCIL ACOMPANHAR A CERIMONIA RELIGIOSA.ELA LUTAVA COM UM CANCER A MAIS OU MENOS TRES ANOS E NÃO CONSEGUIU, ELE FOI MAIS FORTE...
    NÃO SEI COMO VOU SEGUIR SEM ELA MAS SEI QUE TENHO QUE CONTINUAR LUTANDO POIS ELA DEIXOU TRES FILHOS PEQUENOS ,MENOR TEM TRINTA DIAS HOJE. DÓI NO CORAÇÃO EM SABER QUE ESSE BEBE NÃO VAI TER O LEITE MATERNO E TODO AQUELE AMOR QUE MINHA FILHA CERTAMENTE IRIA DAR A ELE.
    CHORO MUITO MAS VOU CUIDAR DOS FILHOS DELA ,ESSA CRIANÇAS SÃO O MEU CONFORTO.
    DAILI MÃE DA DAYLANE.

    ResponderExcluir
  9. Perdi minha mãe no dia 18/10/2009,minaha mãe lutava a 2 anos contra um cancer de mama,foi uma luta ardua,ela foi guerreira mais infelizmente acabou perdendo a batalha.Minha mãe foi pra pra mim um exemplo de honestidade,bondade e sabedoria,era amada por todos onde passava.
    Minha querida Neusa.

    ResponderExcluir
  10. Daiana, perdi meu irmão no dia 15 de junho de 2010. Ele era lindo tinha 22 anos e era meu unico irmao. Ele morreu de forma tragica, estava no banco do carona (porque foi ajudar um amigo) e o motorista perdeu o controle do carro e capotou. Ele nao sobreviveu. Ate hoje ainda nao consigo entender porque isso aconteceu. Fico buscando respostas, textos mas tudo em vão. O jeito é buscar a Deus e pedir que Ele conforte o meu coração e tire essa dor que é imensa.
    Lorena - Colatina - ES

    ResponderExcluir
  11. Perdi minha mãe no dia 29 de abril.
    Falei com ela pela ultima vez na noite anterior por volta da meia noite, ela estava com a voz animada como sempre. Ela estava com médico marcado para o outro dia às 9 horas, más as 7 horas da manhã recebi uma ligação me informando que ela havia desmaiado. Corri para o local, qdo cheguei me deparei com os médicos do SAMU tentando reanimá-la. Vi aquela cena é fiquei desesperada. Ajoelhei, tentei rezar, mas não consegui. Só consegui dizer.... Deus trás minha mãe de volta. Ela não voltou! Morreu aos 51 anos e, eu não pude fazer nada. Tá muito difícil .... a dor mais difícil, uma tristeza profunda, um sentimento de solidão e desamparo. Sinto mt culpa... gostaria de ter passado mais momentos com ela, ter conversando mais com ela, julgado menos e tentado entendê-la mais. Queria que algo acontecesse e que minha dor diminuísse, queria que os anos passassem rápido. Queria não viver o hoje, pois o hoje tá insuportável. Peço a Deus que me ajude!
    Érika - Goiânia

    ResponderExcluir
  12. A dor de perder um filho é até complicado falar qual a dimensão.Em 10/11 próximo fazx 2 anos que fiquei sem meu único filho com 30 anos, com toda saúde, ele era PM foi atraído numa emboscada e foi, sua esposa ainda lhe disse qdo saia, vc vai sair já está quase na hora de levar o Julinho prá escola, ao q ele respondeu, volto já e agora vai completar 2 anos q esse volto já nunca mais aconteceu. As vezes quero questionar Deus mas eu sei q não posso fazer isso mas, fica prá sempre, a dor, a saudade, sinto q a minha vida perdeu o sentido, tudo fica em preto e branco, graça não tem nenhuma, ele partiu e deixou-me um neto q hoje está com 5 anos, é o q me dá um pouco de alento mas, como ele só ele.Era um menino grande, onde estava era só alegria, dia desses vi uma frase num carro q adesivei numa camisa: as pessoas q nós amamos, nunca morrem, apenas partem antes de nós, mas prá q? ir antes da mãe? Filho prá sempre vou lembrar do seu sorriso maravilhoso de menino, fica em paz, um dia vamos nos encontrar

    ResponderExcluir
  13. Procurando uma ajuda me deparei com esse site, perdi a minhã mãe no dia 17/08/2010 com um câncer de intestino com metastase para o fígado, a minha mãe descobriu a doença no dia 29/06/2010 e no dia 01/07/2010 se internou para uma cirurgia de emergência e após 01 mês e dezesseis dias ela faleceu.
    Ela só tinha 52 anos e deixou a minha irmã com apenas 10 anos.
    Não estou conseguindo aceitar isso tudo, sonho com ela praticamente todas as noites, e passando o dia lembrando de todo aquele sofrimento no hospital ao vê-a definhando dia após dia, isso tá acabando comigo.
    Só quero ter força para superar tudo isso.

    Érica, filha da Eliana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PERDI MINHA MÃE TEM 1 MES E 17 DIAS, FIQUEI COM DOIS IRMÃOS MENORES DE 13 ANOS E 1O ANOS,TA MUITO DIFICIL,PERDI A VONTADE DE VIVER, MINHA MÃE ERA TD NA MINHA VIDA, TO DESESPERADA.

      Excluir
    2. Érica.
      Lendo o seu texto eu me vi, perdi minha mãe no dia, 06/06/2012 ainda muito rescente tento superar a perda, mas cada dia está ficando mais dificil. Estamos bem parecidas, pois nao tem uma noite que eu nao sonho com ela.
      Pelo que eu vi, as causas da morte da minha mãe, foram as mesmas que a da tua, cancer no estomago chegando a metastase no figado entre outros. Sou casada, tenho 25 anos, mais nunca imaginei a dor que é perder uma mãe. Ela se chamava Darci, tinha acabado de fazer 45 anos e estava se tratando no Hospital de cancer em Cuiaba. Não imaginava que veria a falecer tão rapido. Tinha 1 ano que ela estava em tratamento mais a morte a levou. É um sentimento tao estranho que eu nao consigo explicar, dói muito mais parece que é um pesadelo e que ela nao se foi. Ela era perfeita, linda não pq era minha mae, mas todos comentavam da sua beleza, ela me faz tanta falta.... A unica coisa que me deixa mais conformada é que eu nao queria ve-la sofrendo mais, pois nao aguentava ver ela com dores isso me cortava o coração, inda mais pq eu nao podia fazer nada para ajuda-la. Daria minha propria vida para salva-la, não pq eu sou doida, pois eu a amava muito e sei que ela deixou um filho jovem e um marido maravilhoso e que eles precisava muito dela. Emfim sofre todos os dias, sentindo sua falta. Te amo minha mãenzinha, voce é tudo na minha vida.

      Excluir
  14. Eu, perdi minha mãe dia 05/03/2009,e até hoje não aceitei este fato, sonho com ela todos os dias e me sinto culpada , pois eu acho que não dava tanta atenção a ela , mas do meu jeito eu a amava, tinhamos opiniões ,cabeças diferentes, mas só eu sei o quanto estou sofrendo com a morte dela.Entrei no site e conclui que todos que passaram por isso ,geralmente tem os mesmos sintomas,culpas , solidão , eu imaginava que sentia tanta culpa pelo fato que nós tinhamos opiniões contrárias e sempre acabavamos discutindo, mas diante de alguns depoimentos que eu li , de pessoas que se davam bem com sua mãe acaba que sentindo o mesmo que eu.
    Mina mãe tinha 71 anos e morreu com um derrame cerebral , no momento em que ela passou mal ela estava no banheiro desacordada, meu filho com 8 anos , na época chegou da escola e a encontrou caida no chão , neste momento eu estava trabalhando chamaram o samu mas infelizmente ela teve outra avc seguida e acabou em óbito.
    E hoje tento viver com essa perda, tento pensar em coisas positivas mas, quando me deparo já estou em prantos , a sensação que tenho hoje é que minnha vida acabou, não acabou, mas é esta a sensação,não tenho vontade de nada, perdi a ilusão das coisas,fisicamente perdi 0 kg, e envelheci muito,agora resgatei o peso, mas a minha mente vive pertubada, em casa sou eu , meu filho e meu irmão , mas tem dias que não tenho ninguém aqui, daí parece que o meu sofrimento aumenta.

    ResponderExcluir
  15. Perdi minha mae no dia 31 de outubro de 2010 ela acordou feliz,estava ouvindo louvor e conversamos bastante mas de repente ela deitou no chao e faleceu aos 64 anos.Moravamos so nos duas meu pai e irmaos estao me ajudando,mas estou muito triste a cusa da morte foi rompimento da veia aorta.So DEUS pra me devolver a alegria de viver.MAE TE AMO.

    ResponderExcluir
  16. Fellipe Netto Cancellier30 de dezembro de 2010 09:45

    Meu GRANDE BROTHER partiu no dia 6 de Novembro de 2010. Aos 22 anos, feliz, realizado, um líder nato. Carismático, prestativo, companheiro, um amor de pessoa. Bom filho, bom namorado, ninguém consegue falar algo que não seja positivo do Luciano Neto Cancellier. Eu tenho que agradecer à Deus por ter me dado um irmão como ele, uma pessoa maravilhosa e abençoada. Também oro, rezo e peço ao Luciano, peço a Deus forças para superar sua falta. Ele partiu em um acidente de carro, sozinho, em um sábado a tarde, nos fazendo definir que somos algo muito frágeis, e que devemos aproveitar cada momento de nossas vidas, como fez, The Bigger Brother of the World. Sofro muito sua falta....

    ResponderExcluir
  17. perdi minha madrasta no dia 19/1/11,ela era como
    se fosse uma mãe pra min pois minha mãe morreu quando eu tinha 6 anos estou com uma tristeza profunda na alma

    ResponderExcluir
  18. Perdi minha vó há 2 meses e apesar dela ter 83 anos de idade, era uma pessoa muito ativa, linda, cheia de vida, que gostava de praia, gostava de viajar, gostava de estar juntos dos filhos, dos netos e bisnetos. Dirigiu até os 81 anos, mas infelizmente adoeceu e acabaou partindo para junto de Deus! Como eu era muito apegada a ela, sofri bastante e ainda sofro, pois tínhamos muitas coisas em comum e sempre fui muito querida por ela e ela por mim. Sempre peço a intercessão de N. Senhora para que me ajude a superar essa fase e tenhoc certeza que ela jamais gostaria de me ver chorando, triste pelos cantos... pelo contrário, ia querer me ver feliz, cheia de vida! Nisso é que tenho pensado pra me tornar uma pessoa alegre, mesmo sem a presença dela ao meu lado. Que Deus possa confortar todos que se encontram tristes como eu.

    ResponderExcluir
  19. Perdi minha mãe há 11 dias...ela estava super bem, feliz, animada com a mudança de casa...até que minha irmã me liga e diz que ela não está bem...15 minutos depois ela liga novamente gritando que ela desmaiou e estava inconciente...quando cheguei o Samu tinha acabado de decretar sua morte. Ela tinha só 47 anos, teve um infarto fulminante. Sinceramente, essa foi a desculpa que Deus deu para levá-la, pois ela se cuidava e não sofria de nenhuma doença. Deus quis assim...e eu tenho certeza que quando Ele a chamou ela foi sem hesitar! Ela amava muito a Deus e tenho certeza que agora ela está lá com Ele, num lugar melhor que eu! O que doí muito é a SAUDADE! Nós éramos muito unidas, ela criou eu e minha irmã praticamente sozinhas, pois meu pai faleceu há 15 anos...agora ela era casada e deixou um filho de 8 anos...
    Me sinto culpada, queria ter sido uma filha melhor, apesar de saber que estive muito com ela, que nossa amizade era gigante...queria poder ter lhe dado um neto...pelo menos minha irmã teve um filho há 8 meses, ela pode sentir um pouco o gostinho de ser vovó...
    Ontem voltei pro trabalho, quero poder continuar minha vida, mas está difícil...preciso cuidar de meu marido e de meus irmãos menores....preciso de força!E essa força só Deus pode me dar! Ele a levou, então sei que Ele cuidará de nós!
    Mãe te amoooooo!!!!! Saudadesssssssssssssss!!!

    ResponderExcluir
  20. como todos comentaram,tambem perdi a minha mae a 6 meses atras.sabia q ela ia morrer pelo fato da doenca ser agressiva;todos os dias ;pensava,sera q amanha ela vai piorar?mas foi piorando aos poucos ate o desfecho.como todos tambem me sinto culpada ,por nao ter sido a filha q ela sempre sonhou.

    ResponderExcluir
  21. Perdi minha mãe a 2 meses, e sinto muita falta dela,pois ela não era só minha mãe, era uma amiga, o meu braço direito, me dava força para eu superar os meus problemas, uma verdadeira mulher de fibra,e hoje me sinto sem chão, perdida, sem rumo, realmente não estou conseguindo superar essa dor tão profunda, tenho crises de choro, estou me sentindo muito sozinha, minha vida ficou vazia sem a presença da minha mãe, só quem pode me ajudar e DEUS.

    ResponderExcluir
  22. Perdi a minha mãe há 2 anos e não consegui superar. Quero ajudar a minha família, mas ficou difícil, pois alguns se distanciaram um pouco. Ela era a grande conciliadora. Moro em outra cidade, o que também dificulta a convivência e o diálogo com meu pai e irmãos. Meu pai arrumou outra companheira e cada qual toca a vida como pode com os ensinamentos da mãe. Procuro amparo em minha esposa, filhas, outros parentes e no trabalho, mas principalmente em Deus, que Tem enviado mensagens por meio de vários sonhos de que ela está bem, descansando ao Teu lado. Pode ter certeza que, apesar da falta que sentimos, elas sempre continuarão vivas dentro e por meio de nós, em nossas atitudades, atos e trejeitos genéticos que nos fazem lembrar. Desejo a todos que postaram: Tenham fé e sigam a vida com Deus.

    ResponderExcluir
  23. Eu perdi minha mãe dia 17 de Fevereiro de 2011.
    Minha mãe era uma pessoa muito querida por todos,como sua morte foi inesperada muitas pessoas nem acreditam que isso aconteceu, inclusive eu, cada dia que passa eu levo um choque em saber que n vou ver mais minha mãe, n vou ouvir a sua voz, n vou poder beija-la e nem sentir o seu toque isso me apavora as vezes.
    Sou fiha unica e era muito apegada com a minha mãe, ela era o meu porto seguro.
    Minha motivação para continuar vem de DEUS e minha filha, minha mãe amava demais ela também,unica neta.Sofro todos os dias mais creio que DEUS e o tempo iram amenizar a minha dor.Eternas Saudades.... mãe um dia nos encontraremos para matarmos a enorme saudade que ficou te amo...............
    Sua filha Ala

    ResponderExcluir
  24. Também perdi minha mãe recentemente, há 19 dias. É até estranho falar que ela morreu, pois, como a maioria das pessoas, ainda não consigo aceitar bem e me surpreendo todas as manhãs ao lembrar que não mais a verei nesta vida.A morte da minha mãe, tão precoce, pois ela só tinha 58 anos e era completamente saudável, nunca se queixou de nenhuma doença, foi um choque para toda a família e para os amigos. Alternamos momentos de conformação com momentos de completo desespero, por nos darmos conta que nunca mais a veremos. Também senti muita culpa e remorso, por causa de coisas do cotidiano que, nem sempre, nos permite tratar as pessoas como elas realmente merecem. O sentimento de culpa, misturado ao de impotência, pois não conseguimos salvá-la, à saudade enorme é realmente desesperador. É uma saudade, um vazio, que nada no mundo preenche, ainda que a gente ame muitas outras pessoas na vida.Mas mãe é mãe, né? Ninguém nos ama como a nossa mãe e nós também a amamos como a ninguém, apesar dos desentendimentos típicos do cotidiano. Aceitar a perda é muito duro, mas, como mtas pessoas, tenho orado mto, pedido conformação a Deus e pedido mta paz para ela, e sei q ela está em um bom lugar, pois era uma pessoa maravilhosa. Ler sobre como superar o luto e entender a morte tem me ajudado bastante, foi assim q encontrei este blog. Tenho juntado forças para seguir em frente e me permitido chorar mto qdo a tristeza e saudade batem, ou seja, todos os dias. Mas Deus sabe de todas as coisas e nós temos q aceitar os planos Dele sem questionar. Afinal, nenhum de nós está imune à morte e se Deus fizesse tudo como gostaríamos, este mundo estria mais perdido ainda. Deus dá e tira, mas também da força e conformação para seguirmos em frente.Apesar de toda a dor e de sentir que não fiz tudo que a minha mãe merecia, sei que ela me amava e sei que ela sabia do meu amor por ela, por isso, agradeço a Deus por ter colocado ela na minha vida. Apesar da morte física, ela sempre permanecerá viva em mim, pois as lembranças e os ensinamentos eu levarei para o resto da minha vida e, se Deus permitir, os repassarei aos meus filhos e netos. Agora, tenho que juntar forças da fraqueza para ajudar também à minha família, principalmente ao meu pai, que está sentindo muito. Afinal, foram 34 anos de casados, sempre juntos.Sei que minha mãe, que sempre se preocupou e cuidou de nós, não gostaria de nos ver tristes nem descuidados coma vida. Tenho certeza de que a saudade que sinto dela me acompanhará por toda a vida, mas terei que aprender a conviver com isso e seguir confiando nos planos de Deus. Desejo muita força e fé em Deus para todos aqueles que estão enfrentando a perda de um ente querido, pois é muito difícil e doloroso.

    ResponderExcluir
  25. isso vai me ajudar a superar a morte da minha cadela e outros entes queridos e amigos! obrigada!

    ResponderExcluir
  26. Faz 3 dias que perdi o meu paizinho, estou inconformada, pois,o amava demais, ele tinha d.p.o.c, e, nós não sabiamos, ficou na uti por 10 dias, foram os piores da minha vida, ficou entubado, 3 dias antes dele morrer estava sem o tubo com melhoras, conversamos ele disse que jesus levou ele num lugar lindo e que ele ia morrer estou com uma dor na alma, sempre fui uma filha ue fez tudo por ele, mas me cobro por naõ ter feito mais, fico com um remorso no coração achando que tenho culpa de alguma coisa, meu pai amado violeiro de música sertaneja, aconselho a todos faça tudo o que puder sem medir esforço para quem você ama,pois, é triste viver sem a pessoa te falta o ar e a dor é insuperável, peço a Deus, que me console, estou numa tristeza profunda, meu orkut é silviadelduque@gmail.com, entre em contato comigo quem estiver passando por isso, preciso desabafar, deus abençõe a todos, obrigado...

    ResponderExcluir
  27. Faz 2 meses que perdi o meu querido irmão no dia 21 de Setembro, num acidente inexplicável, estou a sentir muitas saudades e no momento que nos estávamos a dar bem em pleno acontece-me isto.Meu unico irmão.O acidente deu-se no dia 16 desse mês ainda esteve 5 dias na unidade de queimados,mas não resistiu.Estou muito desolada, não sei descrever o que sinto quem estiver nesta mesma situação agradecia que entrassem em contacto comigo dina.pires@live.com.pt.Obrigada.

    ResponderExcluir
  28. ola meus caros amigos tambem estou passando pela mesma situaçao sinto muita culpa pela morte da minha cunhada,pois ela nao tinha nimguem somento eu e Deus.nao sei mais o que faço penso em me matar nao tenho muitoa vontade de viver choro muito.preciso de ajuda

    ResponderExcluir
  29. ás vezes, sofremos, até por quem não conhecemos...... todas as mortes que se passaram na minha vida, nunca vou esquecer, sofro sim, mas nada que eu faça vai trazê-los de volta.Só tenho uma coisa pra falar pra eles: Amo vocês,sempre vão morar no meu coração ♥

    ResponderExcluir
  30. Perdi minha mãe no dia 30 de maio, e estou muito triste. Quando eu penso que não tenho mais a minha mãe eu levo um choque, parece um pesadelo. Minha mãe tinha 70 anos, era cardíaca e diabética, mas estava sob controle pois eu a levava em bons médicos, os quais a mantinha em consultas e exames periódicos. Mas minha mãe teve uma erisipela na perna devido a um pequeno machucado e isso foi fatal para levá-la à morte. Como outras filhas, eu, também, tinha muito desentendimentos com minha mãe.Ela se chateava muito comigo, nossas ideias eram totalmente opostas. Eu queria que ela aproveitasse melhor a vida, mas ela era uma pessoa muito simples, não gostava de vaidade e economizava o quanto podia e isso me deixava muito indignada e acabavamos discutindo por coisas bobas. Hoje eu me arrependo, fico muito triste, sinto-me culpada, acho que deveria ter tido mais paciência, ter ouvido mais e falado menos. A falta da minha mãe é muito grande, não tenho coragem de desfazer as coisas da casa dela, pois ela morava sózinha, não tenho coragem de olhar uma fotografia dela, me tráz muita tristeza. Eu quero compartilahr essa tristeza com pessoas que estão na mesma situação minha. Quem puder, entre em contato comigo mo meu e-mail celina_duque@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  31. Perdi a minha mae em outubro do ano passado e sou filho unico, minha mae era medica e uma mulher muito ativa, dirigia todos os dias e participava ativamente ajudando todos os seus irmaos, aos pacientes particulares e os que atendia gratuitamente e claro, a mim... eu e ela brigavamos muito pois ela era muito cabeca dura e queria que as pessoas fizessem as coisas como ela queria e pensassem como ela achava certo... Minha mae fumou por 35 anos, tinha 8 obstrucoes em arterias do coracao mas se tratava com os melhores medicos do Rio de SP pra onde iamos constantemente fazer exames e consultas desde 2001. Em novembro de 2010, depois de 3 pneumonias, descobrimos um nodulo no pulmao direito e ela fez de tudo pra se enganar e fugir da realidade da doenca... mesmo com o melhor oncologista, cirurgiao toraxico e cardiologista... Minha mae postergou sua cirurgia por 6 meses e o tumor nao pequenas celulas cresceu de 2,5 pra 4 cms.. a cirurgia foi um sucesso, ela nao teve complicacoes, removeu os lobos superior e medio e em 3 dias saia da unidade coronariana intensiva pro quarto onde ficou um dia somente.. em uma semana estava de volta dirigindo! Mas ai veio a quimioterapia e a fez definhar... eu sofri muito durante todo o processo e brigavamos pq seu humor oscilava demais, ela descarregava em mim e eu devolvia... ate que decidimos que o melhor era nao morarmos juntos e eu ia sair de casa quando ela achou melhor ir pra um ap em niteroi, proximo da familia e amigos... Eu a via varias vezes por semana e acompanhava seu tratamento, a levando e trazendo, paramos de brigar... mas desde que ela se mudou, comecou a emagrecer e ficou anemica, perdeu 6 quilos e os medicos chamaram... tentaram fazer com que ela ganhasse peso... uma segunda feira eu cheguei a sua casa e ela estava com dores abdominais fortes, decidimos ir pro hospital, la descobrimos que ela estava em quadro neutropenico e com sepse, bacterias das fezes tinham se translocado pro sangue... eu nunca soube que isso podia acontecer... Apesar de pagar um plano caro, nao havia leitos de uti e ela teve que ser transferida pra um hospital horrivel na barra...Contra a sua vontade e por minha imposicao, no dia seguinte apos a visita onde a encontrei chorando e a abracei pela ultima vez, minha mae morreu e me deixou sozinho. A licao que eu aprendi foi a de que, apesar de nao querermos acreditar, as pessoas sao frageis e hj estao aqui mas amanha podem nao estar mais. A dor e o vazio e a culpa sao devastadores e se reerguer eh muito dificil... cada dia eu funciono no automatico, resolvendo problemas e tentando encontrar uma razao pra continuar sem a pessoa que mais me amou... Tenho meu pai, o amo e ele eh muito coruja, mas nada nem ninguem eh como a nossa mae... minha mae jamais teria me deixado la... minha mae jamais teria me abandonado...Quando as pessoas se desentendem, elas falam o que da vontade, agridem, nao pensam que um dia aquela pessoa pode partir e deixar um arrempendimento sem fim... como eu queria voltar no tempo e dizer a minha mae o quanto eu a amo e pedir desculpas... Como li acima, faca sempre tudo por aqueles que vc ama, nao poupe esforcos.. durma no hospital, na cadeira, va e volte, leve, traga, com amor, pq depois nao havera mais nada a fazer... O tempo nao volta e nao podemos consertar o que nao fizemos ou o que fizemos mas nao foi suficiente e nao sei como os filhos superam a perda das maes.. desde pequeno a minha era minha companheira, conversava comigo muito, me levava pra brincar quando nao estava trabalhando... me ninava todas as noites, e na idade adulta era minha companheira pra todas as horas, brigava mas estava la pronta a ajudar em qq coisa! E eu nao retribui cuidando dela como eu devia, com mais atencao e mais dedicacao... eu fugi da dor que a possibilidade da sua perda estava me trazendo todos os dias..Rezo pra que exista algo apos a morte e pra que um dia eu volte a ver a minha mae e minha avo... pq sem isso nao tenho razao pra continuar...

    ResponderExcluir
  32. Estava procurando na internet algum site onde pudesse encontar algum consolo.
    Perdi meu amado marido em um acidente de carro que pegou fogo e ele nao conseguiu sair. Ele estava na porta de casa. Estou me sentindo muito culpada porque nao estava com ele e tambem por estar morando na cidade e ele no campo.
    Nosso casamento apesar de muitos momentos felizes, tambem tiveram muitas tristezas e que me fizeram no ultimo ano, me distanciar dele. Pequei. Nos falavamos todos os dias mas eu nao estav la. No ultimo ano ele sentiu muito minha falta. Dizia que me amava e cantava pra mim todos os dias. Mesmo distante eu tinha planos pra que pudesse trabalhar e dar uma vida melhor pra ele. Ele tinha 64 anos.
    Sinto uma triteza enorme e a culpa esta me matando. Meu Deus, porque eu que sempre tentei ser uam boa pessoapude abandonar alguem.3 semanas antes do acidente eu estava com ele. Meu amor, meu grande amor se foi. E so' agora eu vejo que apesar de tudo ele me amava muito. Fico triste de pensar em quantas noites de solidao ele teve.Ele so' queria que eu estivesse la, pertinho dele.
    Que Deus possa me perdoar e que ele esteja em um bom lugar, isso eu peco todos os dias. Nao sei o que fazer.
    Moro na Finlandia e tudo e' tao diferente.!!! A familia dele, claro me culpou e tem me tratado muito mal. Eu entendo e acho que de certa forma eu mereco o desprezo.
    Kari Hakkinen, meu grande amor. Me perdoe por tudo, querido.
    Eu estava cega pela ilusao. Espero que o nosso bebepossa te receber nos bracos ai no ceu. Te amo, querido!!!!!

    ResponderExcluir
  33. Perdi minha mãe tem 05 dias, no dia 28 de julho de 2012...sim, estou desesperada...não acredito, e minha mente me prega peças...acho q tdo não passa d uma mentira....ela só tinha 58 anos, morreu d infarto fulminante...nos meus braços...não consigo tirar a cena da minha mente....me senti um lixo...impotente....ela foi meu presente mais lindo...a benção mais linda q por 40 anos meu Deus me deu....a melhor mae q eu poderia sonhar...sei q ela tinha orgulho d mim...sei q ela era meu tudo, minha vida e eu fiz tdo q pude por ela em vida...claro...como toda familia altos e baixos...mas o amor superou tdo...esse remorso não terei...mas eu preciso encontrar forças....não sei o q fazer da minha vida...a procuro em tdo...Amoooooooooooooooooooooo vc mãe....e vc sabia disso....só sinto por vc não ter me dito q estava mal minha querida...ela quis me poupar d preocupação e agora me encontro sem ela....ela tinha medo d médicos, hospitais....preferiu esconder a gravidade...do q ela estava sentindo...eu preciso d forças....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, é assim mesmo, eu também perdi minha mãe tem 2 meses, mas a ficha ainda não caiu, às vêzes parece que não é verdade, eu sonho com ela todas as noites, choro diarimante, em qualquer lugar, quando a saudade chega eu não consigo conter as lágrimas, acredito que só o tempo pode se encarregar de fazermos aceitar a perda. Não consigo desfazer das coisas da minha mãe, penso que ela ainda vai voltar.Tenho muitas saudades dela.

      Excluir
    2. Eu tbem Celina, a calça q ela deixou pendurada na porta do banheiro, nem tirei, tenho a sensação q ela voltará....espero mesmo ter forças para suportar, q Deus nos ajude....levou nosso tesouro....para ficar ao lado Dele....

      Excluir
  34. Perdi minha mae no dia 03/08/2012, ela completou 55 anos no dia 01/08/2012. Morreu por causa de uma cirrose hepatica. E muito triste, o vazio e enorme, mas tento disfarcar. Preciso parecer forte, choro escondido, nao gosto de conversar sobre isto com as pessoas. Nao gosto quando as pessoas me dao os pesames. Nao tenho nenhum remorso gracas a Deus. Mas e muito triste. Sei que vou superar, porque tenho tres lindos filhos que amo muito. Nao gosto de mostrar que estou triste, nao gosto que tenham pena de mim, nao me sinto bem como vitima, finjo que nao estou sofrendo, sinto melhor assim. Deus sempre me ajudou, sou muito abencoada, sinto que tudo vai dar certo, mas por enquanto, DOI MUITO.

    ResponderExcluir
  35. Perdi meu pai dia 13 de agosto de 2012.
    Tudo começou no sábado dia 4 de agosto. Era um sábado bonito aqui em São Paulo. Meu pai estava com 77 anos e estava bem. Ele tomou café comigo de manhã, almoçou normal, trabalhou no seu barzinho como qualquer outro dia. No final da tarde ficou na minha casa vendo TV comigo na sala, foi embora às 23:30. ele levantou e disse: Tchau Deni, boa noite...Eu já tava cochilando no outro sofá, vi ele de pé e disse "Tchau pai". Ele saiu...
    Depois de 20 minutos a minha irmã começa a bater na minha porta dizendo que o pai tava passando mal...Desci correndo para ver (A minha casa fica em cima da casa do meu pai). Chegando lá vi ele de pijama, sentado na cama e falando tudo enrolado, ele tava tendo um AVC!!! Levamos ele imediatamente ao hospital e chegando lá eu comecei a falar: Ele tá tendo um AVC!!!!Ele toma o remédio tal...ele almoçou tal coisa, etc...
    Ele foi atendido rapidamente...ele chegou paralisado, sem falar direito e consciente. Pouco tempo depois ele tava sedado, entubado com sonda nasogástrica...e foram 8 dias de visita na semi intensiva, visitas de apenas uma hora, onde o meu pai nunca mais falou comigo...justo ele que conversava tanto comigo...ele gostava tanto de mim e eu tanto dele...ele foi um super pai para mim, era muito preocupado comigo e eu também era preocupada com ele..Eu não queria de jeito nenhum que ele morresse primeiro do que eu..Eu falava pra ele sempre que era possível: O senhor vai viver mais do que eu...eu quero que o senhor viva mais de 100 anos!! Ele teve um AVC isquêmico do lado esquerdo. O coma dele era 3 na escala. Ele morreu dia 13/08 às 1:15. As 3 da manhã, ligaram do hospital. Ele teve duas paradas cardiorrespiratórias...Hoje faz 15 dias que ele morreu, mas a minha vida parou desde o dia que ele teve o AVC. Não encontro palavras para descrever a dor que eu tõ sentindo, tenho vontade de fazer nada, me sinto outra pessoa, não sou mais a mesma pessoa, tenho vontade de parar de vez. Estou muito infeliz.

    ResponderExcluir
  36. Queridos perdi minha mãe faz 1 mês e 9 dias.Que dor é essa...sempre temi por esse momento de perder minha mãe.Há um ano faço terapia justamente para tratar esse medo.E aconteceu....minha mãe só tinha 62 anos.A melhor mulher do mundo foi chamada por Deus.Dia 16 de janeiro foi o último dia que vi minha mãe falando....me despedi dela e ela falando pra mim Cris toma um suquinho...ai que dor mãe de não ter tomado seu suco de goiaba.No dia 18 de janeiro falei com a minha mãe duas vezes e pela última vez...A última frase que ela me disse foi vou para a igreja.Depois disso ela teve uma crise convulsiva,foi socorrida e depois no hospital fiquei sabendo que ela tinha tido um AVC hemorragico...depois disso foi transferida de hospital fui com ela na ambulância e quando chegamos no outro hospital é que soubemos realmente o verdadeiro diagnóstico: Um aneurisma cerebral,foi isso que minha mãe teve...dois dias depois ela foi submetida a uma cirurgia na cabeça ficou 7 dias em coma,voltou do coma um pouco consciente ficou ao total 34 dias internada,sem falar,ficamos sem saber se ela estava nos ouvindo,só abria os olhinhos parecia que queria se comunicar com agente...essa é a minha maior dor queria tanto saber o que minha mãe sentiu em todos esses 34 dias que ela passou internada,queria saber o que passou na cabecinha dela....depois de 34 dias internada ela não resistiu teve uma meningite bacteriana e uma parada cardiaca...na noite que ela faleceu dia 22 de fevereiro meu pai estava com ela...parece que queria ir embora ao lado do meu pai...pois foram 40 anos de convivência.Olha só dor,choro todos os dias,não consigo acreditar,tento ser forte para ajudar meu pai e meu primo irmão que ela cuidou e é deficiente físico.Mas é difícil demais.Não tenho vontade de fazer nada,parece que a vida perdeu totalmente o sentido,sei que preciso continuar,pois tenho meu marido que precisa de mim.Mas é muita dor que estou sentido.Que Deus nos ajude a superar e continuar pois sei que vou encontrar com a minha na glória do Pai e sei que isso esta perto de acontecer Jesus logo voltará.Te amo mãe,saudades de ouvir tua voz,tuas risadas,teus conselhos,te dar um abraço.

    ResponderExcluir
  37. estamos no mesmo barco, tambem perdi minha mãe 14/03/2013, o dia mais infeliz da minha vida,eu tambem tinha muito medo de perde-la, mas eu perdi... e to procurando um motivo pra continuar já que ela era a minha única razao de viver , pois moro só, não sou casado, nem namoro, cara tá doendo muito, eu to me segurando no fato dela ter sido uma pesoa muito boa e ter ajudado muita gente, daí espero que DEUS a tenha recebido, e ela esteja em paz, sem dor, pois vivia sofrendo, eu tenho pai, irmaos, e sobrinhos que amo, mas ninguem vai substitui-la, me escreva, vamos ser amigos luiz.santos@sistemafibra.org.br

    ResponderExcluir
  38. Me sinto solidária á todos pois também perdi minha mãe a menos de 2 meses por embolia pulmonar. Depois de ficar sabendo da causa morte comecei pesquisar e sinto que poderia ter evitado. Pois a alguns meses ela fez um hematoma na perna, não dei muito importância e pelo que pesquisei foi isto que provocou a tosse que ela reclamava e consequentemente a embolia. Ela só reclamou de mal estar uma semana antes de falecer e não quis ir ao médico. Hoje não consigo ficar um dia sem dormir e nem acordar sem pensar nela, sinto um vazio que se junta a uma dor que não sei descrever, tudo isto acompanhada de muitas saudades!!!!!







































    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  40. Minha maezinha se foi tem 9 dias,sei que está em paz,junto de Deus,Ele está cuidando da senhora agora e para sempre.Mãe muito amorosa,zelosa,carinhosa com a família,amigos,vizinhos,até com quem a maltratava,exemplo de força,coragem e muita fé em Deus.Criou muito bem criados,com esforço,luta,garra,perseverança e muito amor,12 filhos,2 netas,1 bisneto e 1 neto adotivo e agora me ajudava com os meus.Sou caçula,e em com quem ela mais podia contar para ajudá-la,e por isso me sinto tão culpada por sua morte,por não ter dado total atenção,carinho e cuidado à ela,não ter retríbuido mais ao grande amor que ela me deu,não consigo comer,choro muito,nem cuidar de meus filhos de 14 e 09 anos consigo.Em 2011,fui com ela a um hospital pra tentear uma cirugia de càlculo na vesícula,que a mais tempo já deveria ter sido feita,o médico aconselhou que fosse feito a lazer,pois teria menos risco,pela idade dela,75 anos,disseram que telefonariam qd.tivesse a vaga,mais nunca ligaram,penso que se eu ficasse indo lá,ligando,insistindo tivesse conseguido a tempo,não sei dizer por que não o fiz.Em 2012 ela teve uma crise,levamos pra emergência,foi feito um procedimento de urgência,mais não a cirugia,o médico orientou que voltasse para operar,como estávamos aguardando a vaga do outro hospital e tinha medo da cirugia convencional,descuidei.Só em 2013 qd.passou mal,eu acordei,pedia à pessoas que me ajudasse a conseguir a vaga,voltamos ao hospital e graças a Deus,marcaram pra junho a cirugia a lazer,os médicos começaram assim mais tiveram que converter na convencional,só puderam tirar um pequeno material pra biopsia,que confirmou um câncer.Foi um choque terrível,se tivesse sido feita antes teria virado esta doença,os médicos diziam que tinha que operar pra estrangular,mais nunca que poderia chegar neste extremo.Começou em agosto,o tratamento em outro hospital ,não quiseram operar,pois segundo exames já estava com mestatase para o fígado,não deram soro pois disseram ser mais agressivo pra idade ,tomou 5 caixas com 84 comprimidos,de 15 em15 dias íamos pra consulta,em 22 de dezembro ela fez 77 anos sofrendo,com muitas dores,mais lutando,nem chorava pra não me deixar triste,tinha esperança e muita fé em Deus,em janeiro suspenderam o remédio,pois não viam melhora e estava debilitando muito ela.Começei cuidar dela em casa,não andava,falava baixinho depois não conseguia falar,comendo pouco ,tivemos que dá o alimento com seringa,levamos pra emergência no dia 17 de fevereiro,pois estava desidratando,só internou 3 dias depois,fiquei com ela todos esse dias,nem ia em casa,mais no dia 23 de fevereiro de madrugada ela partiu,sentei perto dela,orei a Deus,com as mãos na barriga dela,mais abaixei a cabeça e adormecí,qd.acordei ela tinha partido,nem pude vê,segurar na mão,dà o ultimo beijo,eu pedia tanto a Deus que a curasse,acreditava no milagre,mais Deus preferiu levá-la.Minha querida mãe não sei como vai ser daqui pra frente sem a senhora,me incentivou,cuidou e me amou em todo tempo aqui e sei que quer me ver bem,peço a Deus que te permita continuar cuidando de sua família daí junto Dele.Só Deus e senhora pra me dar forças pra continuar,tentarei ser nem que seja um pouco igual a senhora pra meus filhos,não foi criada por sua mãe todo o tempo,mais soube ser uma grande ,linda mãe.Obrigada por toda dedicação,carinho e muito amor que sempre me deu,pena que eu não soube retribuir igual.É impossível te esquecer,te amarei eternamente e um dia nós encontraremos e ficaremos juntinhas perto de Deus.Beijoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooos,meu grande amor.

    ResponderExcluir
  41. Preciso de muita força de Deus pra superar ,me sinto culpada porque em 1999,estava grávida de gêmeos e fiquei em depressão profunda,a menina morreu com 13 dias,penso que se tivesse sido mais forte ,talvez isso não teria acontecido,graças a Deus o menino sobreviveu,5 anos depois tive outro filho,difiícil é me perdoar por ter ficado em depressão ,não ter feito pré natal na primeira gravidez,minha mãezinha sofreu tanto nesta época,pois a depressão durou 3 anos,ela cuidava de mim e do meu filho prematuro de 8 meses,Ela foi tão guerreira,forte,corajosa,meu filho só sobreviveu graças a Deus e aos cuidados dela,que alimentava ele de três em três horas,obrigada mãezinha querida.Em abril de 2013,perdí meu pai,com 86 anos,fiquei arrasada,só conseguir me levantar graças a Deus e por minha mãe que de novo me deu toda força e por meus filhos.Estava ao lado dele no hospital ,fiquei até ás 4 da madrugada acordada e aí adormecí,quando acordei às 5:30 aproximadamente ele jà tinha partido,nem conseguií me despedí,me sinto tão culpada por não ter dado mais atenção ,ter estado mais próxima,ter cuidado mais,ter dado mais amor,sei que Deus està cuidando dele agora.E agora a minha mãe Deus levou.Perdão á Deus,por todos os meus pecados,á minha filha por não sido mais forte,ao meu pai por não ter te dado mais amor e a minha grande mãe por não ter te amado e retribuído igual ao seu enorme amor,eu tentei,em alguns momentos conseguí te fazer feliz,mais sei que não foi o suficiente,poderia ter feito muito mais e não fiz,perdão.Sei que estão em paz,junto de Deus e no tempo de Deus,nós encontraremos.Beijooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooos.Amo vocês.

    ResponderExcluir